IBOPE aponta que consumo de bebida alcoólica por menores de 18 anos cai em São Bernardo do Campo

/IBOPE aponta que consumo de bebida alcoólica por menores de 18 anos cai em São Bernardo do Campo
IBOPE aponta que consumo de bebida alcoólica por menores de 18 anos cai em São Bernardo do Campo 2018-06-21T15:46:58+00:00

Pesquisa é resultado das ações do Projeto Cidade Responsável no município 

 

O Projeto Cidade Responsável é uma iniciativa da Associação Brasileira da Indústria da Cerveja (CervBrasil) – entidade formada pela quatro maiores cervejarias do país – Ambev, Brasil Kirin, Grupo Petrópolis e HEINEKEN – a partir do objetivo de incentivar os municípios a terem um conjunto de práticas preventivas para inibir o consumo de álcool por menores de 18 anos, onde trabalha com estudantes de todas as classes sociais, de escolas públicas e particulares. O projeto é estruturado em seis pilares: Educação, comunidade, saúde, parcerias, compra e consumo e comunicação. 

 

A iniciativa começou em 2014 na Cidade de Fernandópolis (SP).  A escolha de Fernandópolis como o primeiro município se deu pelo fato de a cidade fazer trabalhos com crianças e adolescentes e por ter o juiz Dr. Evandro Pelarin mais atuante na vara da infância e juventude. O projeto Cidade Responsável foi então implantado em São Bernardo do Campo, em 2015 e 2016. 

 

Em 2017, o projeto chegou à Americana (SP), na microrregião de Campinas, onde vem sendo implantado com uma série de capacitações nas redes de saúde e educação, além de parceiros como a vigilância sanitária e a guarda civil.  

 

Em todas estas cidades foram realizadas distribuição de materiais educativos em pontos de venda de bebidas, sensibilização sobre o tema e capacitação de professores, agentes de saúde, garçons, proprietários de bares e restaurantes, representantes de ONGs e assistentes sociais, assim como técnicos das áreas de Esporte e Cultura. 

 

Os resultados em São Bernardo do Campo foram aferidos por uma pesquisa IBOPE, divulgada no início deste ano, que apontou os seguintes avanços: 

 

  • Em 2015, 60% dos pais afirmaram saberem de que vender bebidas para menores é crime, em 2016, este número subiu para 82%. Entre os jovens, em 2015, 72% afirmaram terem conhecimento dessa informação, no ano seguinte, este número subiu para 83%. 
  • Em 2014, 19% dos jovens afirmaram que consumiram álcool nos 30 dias anteriores à pesquisa. Em 2015, este número se manteve e, em 2016, caiu para 9%.   
  • Em 2015, 29% dos pais afirmaram que seus filhos já passaram por alguma situação relacionada ao uso nocivo do álcool. Em 2016, este número cai significativamente para 18%.  
  • Já entre os jovens, em 2014 33% afirmavam já terem passado por alguma dessas situações em decorrência do consumo de álcool; número que caiu para 26% em 2015 e 18% em 2016,.  
  • Em 2015, ao serem perguntados se já ouviram falar da Campanha Cidade Responsável, apenas 4% dos pais afirmaram que haviam ouvido falado do projeto e sabiam algo ou bastante a respeito. Em 2016, este número subiu para 22%, um aumento significativo. Entre os jovens, o percentual daqueles que afirmaram que haviam ouvido falado do projeto e sabiam algo ou bastante a respeito, passou de 1% para 11%.  

SOBRE A PESQUISA 

 

A pesquisa do IBOPE foi realizada de 5 a 16 de dezembro de 2016 e entrevistou 160 pais jovens de 10 a 17 anos estudantes da rede pública, residentes na cidade e 160 jovens de 10 a 17 anos, matriculados no Ensino Fundamental II ou no Ensino Médio da rede pública de São Bernardo do Campo.  

 

A pesquisa apresenta 8 pontos percentuais de margem de erro por perfil (considerando nível de confiança a 95%). Entre os pais entrevistados, 89% são mulheres e 11% homens, a maioria é casada (75%), tem entre 35 e 44 anos (51%), e pertence à classe C (79%). Entre os jovens, 51% são meninas e 49% são meninos. A média de idade dos entrevistados é de 14 anos, e 74% pertence à classe C, sendo 94% de escola estadual e apenas 6% conciliam estudo e trabalho. 

 

Confira as principais ações realizadas pelo Projeto Cidade Responsável: 

 Pilar Educação: Neste pilar o projeto capacitou educadores e também estudantes do ensino fundamental II e Ensino médio das escolas Estaduais e Escolas Técnicas como Etec Lauro Gomes e Senai Tamandaré. Além de capacitar os educadores sobre o tema, o grande ganho do projeto foi trazer os jovens para protagonizarem as ações e divulgarem as mensagens de conscientização sobre o não consumo de bebidas alcoólicas por menores de 18 anos .  

Elaboração de desenvolvimento de Planos de Trabalho temáticos em 23 Escolas Estaduais, com impacto direto em 16.542 jovens estudantes. 

O Concurso Cultural realizado nos dois anos do projeto na cidade, engajou e envolveu Estudantes e Educadores e de forma divertida e através das Rede Social levou as mensagens do projeto de forma mais abrangente. Abaixo os números do concurso alcançados só no ano de 2016: 3 mil jovens inscritos na categoria Frases Criativas;  20 Educadores inscritos na categoria Práticas Pedagógicas; 26.917 votos populares na categoria Frases Criativas;  46.012 votos populares na categoria Práticas Pedagógicas. 

No pilar Comunidade que envolve as áreas de Esporte, Cultura, Lazer , Assistência Social e ONGs o projeto além de capacitar os profissionais e educadores diretamente ligado aos jovens também esteve presente apoiando eventos esportivos e culturais realizados na cidade. 

Foram capacitados mais de 350 educadores e profissionais das áreas de Esporte, Assistência Social, Juventude, Terceiro Setor, Educação.  

190 jovens de Escolas, ONGs, CRAS, entre outros. 

Público de 7 .020 pessoas nos eventos apoiados pelo Projeto sendo eles:  

Dia da Juventude – neste evento realizado nos dois anos de 2015 e 2016 no Parque da Juventude contou com um dia de atividades de esporte , musica, dança e graffiti, com campeonatos de Skate, BMX, batalhas de break e rima. Neste festival de musica foram descobertos muitos talentos da cidade e deles surgiu o rap Cidade Responsável. A Participação de personalidades contratados das associadas da CervBrasil como o skatista profissional Rony Gomes levando mensagens de incentivo a vida saudável e a pratica de esportes como espelhos positivos aos jovens. (anexo vídeo) 

Na Fundação Criança o projeto também promoveu Clínica de Esporte com o Capitão Cafú também reforçou e incentivou a mensagem do projeto. (Anexo vídeo) 

Jogos Abertos do Interior  o projeto esteve presente com atividades e divulgação da mensagem do projeto nos principais aparelhos esportivos da Cidade e para atrair e a estar próxima da linguagem dos jovens o projeto contratou o Youtuber Luis Mariz,  que além de levar ao publico local as mensagens do projeto, através das redes sociais atingiu mais de 1,2 milhão jovens .  

O projeto ainda esteve presente nas ações da CAJUV apoiando a peça de teatro #SELIGA. Um peça que foi especialmente criada para levar o conteúdo do projeto  

O projeto apoiou o Circuito Municipal de Skate realizado em várias praças da cidade e organizado por coletivos de skate, além de ser genuíno vem ao encontro do projeto , que é ampliar atividades de esporte e cultura para crianças e adolescentes, levando a mensagem do não consumo de bebidas alcoólicas por menores e proporcionando experiências positivas de esporte e diversão.